Prefeito Dr. Antonio entrega Kit Hortifruti para famílias brasilandenses

 

Na manhã desta terça-feira (04), o prefeito de Brasilândia, Dr. Antonio Thiago, esteve na sede do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), onde entregou verduras, legumes e frutas aos beneficiários do Programa Kit Hortifruti. A ação tem colaboração da Prefeitura Brasilândia, por meio das secretarias municipais de Desenvolvimento Econômico e Assistência Social e é realizada pelo Governo do Estado por meio da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (AGRAER).

Nesta entrega, aproximadamente 40 famílias cadastradas e selecionadas pela Assistência Social foram beneficiadas. As frutas, legumes e verduras são produzidos no próprio município, pelo Programa Agricultura Familiar por meio da Associação de Produtores Rurais do Reassentamento Pedra Bonita. A produção sai direto das plantações para a mesa dos beneficiários.

Nesta semana, o kit hortifruti veio com quiabo, alface, almeirão, abóbora, maxixe, mamão, melão, mandioca, limão rosa/Taiti e abacate. O peso total de alimentos entregues para os beneficiário é de quase meia tonelada.

O prefeito agradeceu a participação da equipe do CRAS, Assistência Social, Desenvolvimento Econômico, técnicos da AGRAER e dos produtores rurais pela iniciativa que tem como objetivo de auxiliar na redução dos gastos na alimentação de uma família beneficiária do programa.“A seleção é feita exclusivamente pelas nossas técnicas que avaliam as principais necessidades da família beneficiária. O importante é o produto que vocês estão recebendo são todos orgânicos e fresquinhos, sendo que neste momento de crise que o país atravessa, essa ajuda é muito importante”, destacou.

No final do bate papo com os familiares presentes, o prefeito fez uma entrega simbólica do kit hortifruti com uma das beneficiárias.

PROGRAMA

Os principais critérios para inclusão no programa são de famílias que estejam em situação de vulnerabilidade socioeconômica, tendo como as seguintes prioridades: pessoa idosa com problemas de saúde, famílias numerosas (com muitos filhos), gestantes e mulheres que amamentam.

Os grupos foram divididos em dois e a cada quinze dias recolhem o kit na sede do CRAS. A iniciativa faz parte do PAA (Programa de Aquisição de Alimentos), criado em 2003, pelo Governo Federal, com o objetivo de colaborar com o enfrentamento à fome de pobreza social, ao mesmo tempo, fortalecer a agricultura familiar.

Para isso, o programa utiliza mecanismos de comercialização que favorecem a aquisição direta de produtos de agricultores familiares ou de suas organizações, estimulando os processos de agregação de valor à produção.

Parte dos alimentos é adquirida pelo governo diretamente dos agricultores familiares, assentados da reforma agrária, comunidades indígenas e demais povos e comunidades tradicionais, para a formação de estoques estratégicos e distribuição à população em maior vulnerabilidade social.