Em Audiência Pública, Saúde presta conta referente ao terceiro quadrimestre de 2016

Na manhã desta quinta-feira (23), a Secretária Municipal de Saúde, Adeliza Abrami, apresentou a Audiência Pública de prestação de contas da Secretaria Municipal de Saúde referente ao terceiro quadrimestre de 2016. A apresentação foi realizada no plenário da Câmara de Vereadores, com a presença de servidores públicos municipal e do vereador Oziel Soares.

Primeiramente, a secretária da pasta apresentou o número de atendimentos prestados pela Atenção Básica, sendo no ESF 1 (1.200), no ESF2 (971),ESF Rural (4.255) e Debrasa (397).

Quanto às campanhas, foi realizada “Outubro Rosa”, com 838 coletas de Exame Preventivo para diagnóstico de câncer de colo uterino e 41 mamografias, além das orientações sobre o auto exame da mama. A campanha “Novembro Azul”, destinada ao público masculino na prevenção do câncer de próstata, registrou 485 exames de PSA. Em dezembro, a Campanha da Luta Contra a Aids foram realizados testes rápidos de HIV e distribuídos 4.032 preservativos.

Na Saúde Bucal, os números reunidos do ESF1, ESF 2, Debrasa e UBS totalizaram em 3.555 procedimentos e 72 Exodontia. No ESF 2 não houve atendimento registrado no período. A equipe também realizou ações com entrega 2.560 kits de higiene bucal nas escolas e palestra no Centro Educacional Infantil com o tema: técnicas de escovação.

O Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) realizou diversas ações tais como: atendimento individual ou nos consultórios da ESF, com fisioterapia, psicóloga e assistente social; visita domiciliar; planejamento familiar; reunião semanal com grupo de gestantes na UBS e quinzenais na ESF Rural; encontro mensal do Grupo de Vulneráveis da ESF Rural (Resgate da Infância) e Programa Tabagismo.

Referente à Política de Alimentação e Nutrição (PNAN), foram realizados 147 atendimentos individuais e monitoramento dos programas SISVAN (Sistema de Vigilância Nutricional), Vitamina A e Programa Bolsa Família.

Na Clínica de Fisioterapia, foram atendidos 1.140 pacientes no último quadrimestre de 2016. Já nas outras Especialidades, foram computados os seguintes atendimentos: fonoaudiologia (307), psicologia (293), ginecologia (415), psiquiatria (206), ortopedia (557), pediatria (220), neuropediatria (189) e cardiologia (274).

Já no serviço social, foram realizados 47 ações sendo: dois tratamentos fora do domicílio, 14 orientações sociais, 17 visitas domiciliares, cinco atendimentos psicossociais, quatro palestras e cinco atendimentos de Programa de Planejamento Familiar.

Na Vigilância Sanitária, foram realizadas 260 inspeções sanitárias, 191 alvarás fornecidos, duas denúncias, 12 atividades educativas. No Controle de Endemias, foram borrifados 12 imóveis contra a Leishmaniose, 28.202 inspeções de imóveis no combate ao mosquito da Dengue. Quanto aos casos de Dengue, foram registrados duas notificações e nenhuma confirmação no terceiro quadrimestre.

Na Vigilância Ambiental, foram realizadas 65 coletas de águas para análise; 55 envios de amostras para o Laboratório Central (LACEN), nove amostras com resultados de “não potável”, quatro atividades educativas de orientação e nove preenchimentos de dados do Sistema VIGIÁGUA.

No Controle de Zoonoses, foram aplicados 219 testes rápidos para identificação da Leishmaniose, foram recolhidas 75 amostras de soro animal e enviado ao LACEN, 147 cães foram diagnosticados com positivo e 72 negativos. Foram recolhidos 152 animais para eutanásia e foram registradas quatro atividades educativas. Na campanha de Vacinação Antirrábica, foram vacinados 1.837 cães e 353 gatos.

Na Vigilância Epidemiológica, foram atendidas três notificações de pacientes com tuberculose, três notificações de pacientes com hanseníase, 22 notificações de pacientes com DST, cinco atendimentos de notificações de violência (mulher e menor), 20 atendimentos de notificação antirrábico humano, 45 atendimentos a notificação de animais peçonhentos e três atendimentos de notificação de suspeita de dengue.

Também no último quadrimestre de 2016, foram aplicadas 816 doses de vacinas contra Influenza, três imunizações contra hepatites virais, uma atividade educativa e três visitas domiciliares.

Na Farmácia Central, no terceiro quadrimestre foram atendidos 9.434 pacientes de segunda a sexta e 515 aos sábados e o total de 417.592 unidades de medicamentos dispensados.

Sobre as fontes de recursos e aplicação, o saldo no dia 31 de dezembro de 2016 do Fundo Municipal de Saúde foi R$ 644,03. Esta conta é referente à contrapartida municipal para atender diversas despesas, tais como pagamento de pessoas, telefone e etc. O saldo da conta da Atenção Básica foi de R$ 71.245,18 e é referente aos procedimentos de consultas de odontologia, consultas e procedimentos de enfermagem, material de consumo, expediente e manutenção.

A conta da Funasa constou o saldo de R$ 111.353,27. A saldo da conta para medicamentos pactuados da Farmácia Básica (Recurso Federal) foi de R$ 10.680,80. Já o saldo da conta da Vigilância em Saúde foi constatado o valor de R$ 186.117,21.

O saldo da conta referente à compra de insumos de média e alta complexidade foi o valor de R$ 24.790,21; já a conta para 60% da folha de pagamento e ações sociais de saúde foi de R$ 91,21; o saldo da conta referente à Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade no Sistema Prisional no âmbito do Sistema Único de Saúde constava o saldo de R$ 17.566,26.

Já a conta referente à aquisição de balança antropométrica para atendimento do SISVAN constava o valor de R$ 3.343,24 e por fim, o saldo da construção do UBS no bairro Vale Verde II constava o valor de R$ 13.702,90. O recurso total federal de R$ 408.000,00 e contrapartida municipal de R$ 84.503,56.

No final da audiência, a secretária municipal de Saúde agradeceu a presença de todos e ressaltou que o trabalho apresentado foi referente à administração anterior.