Em meio à crise, prefeito Jorge Diogo consegue manter equilíbrio financeiro

Mesmo com o cenário econômico atual não favorável ao poder público, independente da esfera de atuação, a prefeitura de Brasilândia tem conseguido manter seu compromisso com o servidor público municipal. Isto, com muito esforço, empenho e dedicação no enquadramento do equilíbrio financeiro, como resultado positivo de ações e atitudes outrora não compreendidas por muitos.

O fechamento da folha ocorreu como de praxe, e neste dia 30 - último dia útil de setembro - a Prefeitura já efetuou o pagamento dos salários de setembro, injetando não somente valores reais à economia local, mas também a tranquilidade e a confiança em cada trabalhador de que no fim de cada mês trabalhado terá o seu salário depositado em conta podendo, assim, honrar os seus compromissos.

Dentro de um limite que não comprometa as finanças internas, os pagamentos aos fornecedores também seguem um cronograma que visa suprir toda a demanda. Ou seja, quem fornece à Prefeitura de Brasilândia recebe.

A crise econômica, como é sabido, tem afetado diversos municípios de Mato Grosso do Sul e de outros Estados brasileiros que não tem conseguido honrar seus compromissos. Com isso, estão com o orçamento muito onerado, o que tem atingido a folha de pagamento dos servidores.

O Prefeito Jorge Diogo com toda a sua equipe trabalha de forma a se adequar em cada situação que surge na economia nacional e que chega até aos cofres municipais. E assim, Brasilândia por intermédio dos servidores tem sofrido menos os impactos que atingem o bolso do cidadão.