Prefeitura esclarece para população sobre futuro projeto habitacional em Brasilândia

Assistência Social20/04/2017, 13:35:00 Total de Visualizações: 800

Reunião foi realizado no Anfiteatro Ramez Tebet - Divulgação

O Anfiteatro Ramez Tebet ficou praticamente lotado no começo da tarde desta quinta-feira (20), em Brasilândia. O motivo foi por conta de interessados em receber informação sobre o futuro projeto habitacional que pode contemplar moradores da Cidade.

A reunião foi realizada pela Prefeitura de Brasilândia por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, através do setor de Habitação. A iniciativa visa explicar aos moradores interessados que atualmente não possuem residência própria ou vivem de aluguel, para participarem de projetos habitacionais que futuramente serão realizados no Município.

Participaram da reunião a secretária municipal de Assistência Social, Emília Vichete; a primeira dama e psicóloga, Cibele Thiago e a responsável pelo setor de Habitação, Patrícia Lopes.

REQUISITOS

A responsável pelo setor de Habitação, Patrícia Lopes, informou aos interessados que a partir da próxima quarta-feira (26), estará recebendo inscrições para o projeto. “Aqueles que já participaram de outros projetos recentes, como, por exemplo, do Lote Urbanizado, não precisam se inscrever, a não ser que precisem atualizar o cadastro”, informou.

Além disso, esclareceu que para este projeto, a renda familiar mínima será de R$ 1.800 e a prioridade será para os seguintes beneficiários: mulher chefe de família, idosos, deficientes, famílias com maior número de filhos e aqueles que residem por mais tempo na Cidade.

Patrícia também esclareceu que uma vez inscrito neste projeto, o beneficiário que for ou ja foi contemplado em outros programas habitacionais nao poderão participar de nenhum outro programa em todo territorio nacional. “O intuito é evitar das pessoas de venderem os imóveis e continuarem participando de outros projetos ou programas habitacionais”, esclareceu.

Os interessados deverão levar os documentos somente para informar os dados durante a inscrição. Não é necessário levar cópia.

As inscrições estão sendo feitas na própria sede da Assistência Social, localizada na rua Bartolomeu Viana Cavalcante, nº 461, Jardim Camargo.  As inscrições durarão por demanda e não tem tempo de encerramento. A Secretaria Municipal de Assistência Social será responsável apenas pela inscrição dos interessados.

SONHO DA CASA PRÓPRIA

Claudia Leite de Souza, moradora há muito tempo no município e atualmente casada, paga há quatro anos aluguel e sonha com a casa própria. “A minha expectativa é grande com esse projeto que pode vir pra Cidade e eu poder finalmente morar em uma casa que pode ser minha de verdade”, disse.

Já Sandra Santana, desde os 18 anos de idade faz inscrição para receber alguma unidade habitacional. Recentemente saiu da fazenda e veio morar em Brasilândia, onde pagou durante um ano aluguel de uma casa. Agora, conseguiu uma casa de familiares e não paga mais aluguel, mas deseja ter a sua própria moradia. “Eu e meu marido estamos desempregados e não temos condições de pagar aluguel. Espero que esse projeto dê certo e eu consiga finalmente uma casa”, falou.

Fonte: Assessoria de Comunicação