Gestantes recebem orientações sociais no programa “Mamãe Estou Chegando”

Assistência Social20/04/2017, 13:28:00 Total de Visualizações: 818

Primeiro encontro do ano foi realizado no Cras - Divulgação

Na manhã desta quinta-feira (20), mães em período gestacional participaram no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do Programa “Mamãe Estou Chegando”. A iniciativa é realizada pela Prefeitura de Brasilândia por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social em parceria com o CRAS.

Para dar boas vindas, a primeira dama e psicóloga, Cibele Thiago, fez uma visita ao grupo participante e agradeceu a presença de cada mãe no local. “Aqui é o espaço e tempo dedicado somente para vocês, que podem receber o acolhimento da nossa equipe”, disse

A coordenadora do CRAS, Maíra Dorighello Cadamuro Guimarães, disse para as futuras mamães se sentirem à vontade nos encontros. “Aqui vocês podem para falar e ouvir sobre a gestação e entender o contexto deste momento tão importante”, ressaltou.

As técnicas de referências, a psicóloga Noely Torres e a assistente social Aurineia Halsback informaram as gestantes sobre o programa e da participação de profissionais de outras áreas para esclarecimentos durante e pós-gestação nos próximos encontros.

O tema da apresentação realizada pelas técnicas de referências foi sobre os direitos sociais da gestante.

SOBRE O PROGRAMA

O Programa ‘Mamãe Estou Chegando’ visa orientar as futuras mamães brasilandenses, proporcionando-lhes uma gestação saudável através dos eixos trabalhados como a importância do pré-natal, a amamentação e nutrição nos primeiros anos de vida e o planejamento familiar. As gestantes também tiram dúvidas comuns no período em que esperam a chegada do bebê.

As reuniões são realizadas com duas técnicas de referências do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), composto por uma assistente social e uma psicóloga, juntamente com a equipe técnica da saúde para oferecer todas as informações necessárias às mães brasilandenses tenham uma gestação segura e tranquila.

O acompanhamento realizado pela equipe tem duração de seis meses e, além disso, a equipe realiza a disponibilização de serviços e benefícios para as gestantes, caso haja a necessidade.

Fonte: Assessoria de Comunicação