Com dinheiro recebido da Cesp, Prefeitura apresenta propostas de melhoria para o Município 

Obras19/12/2018, 15:51:00 Total de Visualizações: 388

Prefeito fez a apresentação das obras que serão realizadas em Brasilândia - Assessoria de Comunicação

A Prefeitura de Brasilândia por meio da secretaria Municipal de Obras em parceria com a Câmara Municipal e Ministério Público de Mato Grosso do Sul realizaram na noite da última segunda-feira (17),  no Anfiteatro Ramez Tebet, a Audiência Pública que visa discutir a aplicação dos recursos de verba compensatória Cesp.  

A reunião contou com a presença do vice-prefeito, Dr. Gabriel Baez, do presidente da Câmara Municipal, Paulo Sérgio Abreu, do Ministério Público Estadual, Dr. Paulo Henrique e do Delegado de Brasilândia, Dr. Thiago Passos, além dos vereadores e secretários municipais. Por outro lado, a comunidade se fez representada em especial, pelos moradores do Reassentamento Novo Porto João André, da comunidade Ofaié e demais moradores de diversos segmentos da sociedade.  

Na apresentação realizada pelo prefeito de Brasilândia, Dr. Antonio Thiago,  do valor total de R$ 15.374.916,14 recebido como verba compensatória da Cesp, a expectativa é o investimento no total de R$ 12 milhões para reconstrução da Escola Municipal Arthur Hoffig no Jardim Imperial, da melhoria de drenagem pluvial na rua Gerônimo Caetano Barbosa e da drenagem e pavimentação do Jardim Primavera, ambos investimentos apresentados e aprovados.  

O prefeito também aproveitou o momento para esclarecer que o valor da indenização é  destinado para o Município e não somente para um determinado local e só pode ser utilizado em infraestrutura, ou seja, em obras. Outro ponto esclarecido foi que a Prefeitura está em processo de recebimento do Loteamento Novo Porto João André pela CESP, restando apenas o registro e posterior titulação dos imóveis públicos e particulares a serem outorgados pela CESP, sendo que, brevemente será um bairro pertencente à cidade, podendo assim receber melhorias como também os moradores serão responsáveis pelos impostos, como o IPTU.  

Além disso, o prefeito já garantiu para a comunidade do Reassentamento Novo Porto João André que após a Prefeitura integrar a área ao Município, o local receberá a construção de uma quadra poliesportiva, uma Unidade Básica de Saúde e restauração asfáltica em parte daquele local conseguidas por via emenda parlamentar federal. Além disso, a possível parceria com o Governo Estadual para a implantação do Programa Lote Urbanizado. 

Ao longo da Audiência, moradores do Reassentamento Novo Porto João André fizeram reivindicações para que o dinheiro da verba também fosse destinado para aquele local, como a melhoria da infraestrutura com a pavimentação asfáltica, da unidade de saúde, a destinação de uma ambulância e também a construção de um Centro Educacional Infantil.  

A Assobra (Associação dos Agentes Ambientais de Brasilândia) aproveitaram a oportunidade também para pedirem apoio ao Município  para a possível contratação dos agentes. 

Outra demanda solicitada, foi da comunidade indígena Ofaié que pediu a possibilidade da construção de mais casas na Aldeia, que fica próxima de Brasilândia.  

No final do evento, o prefeito e autoridades presentes agradeceram a presença de todos e que tudo o que foi discutido foi registrado em ata e transmitido ao vivo na página da Prefeitura de Brasilândia. 

Fonte: Divulgação/PMB