Escolas e Ceinfs realizam atividades alusivas ao Dia da Consciência Negra

Educação22/11/2018, 12:32:00 Total de Visualizações: 3128

Ações foram desenvolvidas em várias escolas - Assessoria de Comunicação

 

O dia 20 de novembro é marcado pelo dia da Consciência Negra, na qual a data é marcada para o desenvolvimento de atividades que levam a reflexão da presença do negro na sociedade. As Escolas Municipais e Centros Educacionais Infantis de Brasilândia realizaram diversas ações na última terça e quarta-feira (20 e 21).

Na noite da última quarta-feira (21), a Escola Municipal Antonio Henrique Filho realizou a III Diáspora Africana e I Concurso da Beleza Negra. Na primeira parte do evento, houve a palestra apresentada pela Doutora em Pedagogia, Silvana Alves Bispo sobre "Diversidade Afro-Brasileira: A legislação e a Prática", com reflexões acerca da história evolução nos direitos do negro no Brasil.

Na segunda parte, a escola convidou personalidades da Cidade na qual participaram do júri para eleger os estudantes afrodescendentes mais belos da escola e foram os escolhidos por categoria os seguintes: Feminino infantil

 1º - Rosa Maria de Lima Martins, 2º - Thyfany Abreu Castro e 3º - Hadna Vitoria; Masculino infantil 1º - Brendon Lucas Rodrigues, 2º - Mário Augusto e 3º - Kayque Vinicius G. Martins; Masculino juvenil 1º - Cristofer Vinicios,  2º - Ryam Aparecido dos Santos e 3º - Kelcio de Souza Gonçalves Filho; e Feminino Juvenil  1º - Stéfany Vitória A. Lins, 2º - Maria Vitória Carvalho da Silva, 3º - Maria Izabel Carvalho da Silva.

A diretor William Rodrigues agradeceu a presença e participação da comunidade escolar no evento que contou com a presença do secretário de Educação, Francisco Lins, a adjunta Cristina Damião e demais convidados.

No Ceinf “Henrique Mendonça Quintino”, os baixinhos desenvolveram uma atividade de pintura e os trabalhos foram expostos no mural da unidade com a mensagem “Consciêncie Negra: de mãos dadas contra o preconceito”.

No Ceinf “Carmelita Barbosa Caetano”, os pequeninos também desenvolveram uma atividade de pintura sob a orientação da professora regente. Já no Ceinf Gisely Hippler, as crianças assistiram a uma apresentação realizada pelos professores e também com contação de estórias.

A Escola Municipal “Arthur Hoffig” também realizou atividades com contação de histórias no intuito de levar a reflexão do respeito à diversidade de raças. E na Escola Municipal “Paulo Simões Braga” também realizou apresentações de dança e também a reflexão da importância de ações para esta data.

A Escola Municipal “Assentamento Mutum” realizou Noite Cultural Cooperativa com apresentações culturais voltada ao Dia da Consciência Negra. A Escola Municipal “Raimundo Pedro de Souza” também desenvolveu atividades marcando a importância da data.

CONSCIÊNCIA NEGRA

Vale lembrar que na Lei das Diretrizes e Bases da Educação (LDB), no artigo 26, tornou-se obrigatória o estudo da história da cultura afro brasileira e indígena em todas as escolas e a data do Dia da Consciência Negra foi criada no 20 de novembro, foi instituído oficialmente pela lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011.

A data faz referência à morte de Zumbi, o então líder do Quilombo dos Palmares – situado entre os estados de Alagoas e Pernambuco, na região Nordeste do Brasil. Zumbi foi morto em 1695, na referida data, por bandeirantes liderados por Domingos Jorge Velho.

 

Fonte: Divulgação/PMB