ESF 1 promove orientações de Saúde para comunidade

Saúde27/07/2018, 13:13:00 Total de Visualizações: 311

Orientações foi na sala de reuniões do ESF 1 - Assessoria de Comunicação

Tendo em vista o crescimento do número de diabéticos no Brasil, que atualmente atinge 8,9% das pessoas no país (segundo dados da Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas), a Prefeitura de Brasilândia por meio da Secretaria Municipal de Saúde através da unidade da Estratégia de Saúde da Família e Núcleo de Apoio de Saúde da Família, realiza constantemente orientações de prevenção e tratamento da doença.

Na última quinta-feira (26), a enfermeira e coordenadora do ESF 1, Selma Mendonça Siqueira, palestrou para os pacientes sobre o pé diabético. O objetivo, segundo a coordenadora, é esclarecer sobre os riscos que a diabetes pode se desencadear para o ser humano.

O pé diabético é uma complicação da Diabetes Mellitus e geralmente acontece em uma determinada área dos pés com uma pequena ferida, causando dor e até mesmo infecção. O machucado pode aparecer quando a circulação sanguínea não é eficiente e os níveis de glicemia estão mal controlados.

Além da palestra, os convidados também tiveram a aferição da pressão arterial, realizaram exames de glicemia, medição de altura, circunferência abdominal e avaliação do peso corporal. A fisioterapeuta e integrante do NASF, Mirele Martos, realizou um alongamento no final da apresentação.

Geralmente as reuniões com as orientações são realizadas no final de cada mês, uma vez que os agentes comunitários visitam cada residência e realizam o convite para as pessoas participarem. A ação faz parte do programa Hiperdia.

Além disso, os temas de cada orientação são escolhidos nas reuniões realizadas com os Agentes Comunitários de Saúde e a equipe do NASF. Após as orientações, os participantes também realizam aferição da pressão arterial e também tiram dúvidas sobre os atendimentos realizados na unidade. O ESF 1 está localizado na rua Bartolomeu Cavalcante, 1050, Jardim Mão Amiga. O telefone é (67) 3546-1099.

Fonte: Divulgação/PMB