Produtores da agricultura familiar conhecem produção de café robusta

Desen. Econômico24/07/2018, 13:36:00 Total de Visualizações: 346

Produção da planta é bastante difundida na região oeste paulista - Assessoria de Comunicação

O conhecimento é primordial para gerar uma produção de qualidade e eficiência na área rural. Para isso, a equipe da secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico levou na última quinta-feira (19), os pequenos produtores rurais pertencentes à agricultura familiar para uma visita em uma propriedade rural de Adamantina (SP).

Segundo o secretário da pasta, José Quintino de Souza, o objetivo é para conhecer a nova variedade do Café Robusta, produzido na cidade paulista. A visita também contou com a participação da Engenheira Agrônoma  e Coordenadora Municipal da Agraer de Brasilândia, Francielle Malinowski.

Segundo registros históricos, o café tipo robusta foi descoberto e classificado no final de 1800 e foi difundida na África, Ásia, Indonésia e Brasil. Estima-se que a planta fornece cerca de um quarto da produção mundial.

A planta cresce altitudes compreendidas entre o nível do mar e 600 metros, resiste bem em condições climáticas quente e úmidas – típicas da região sul-mato-grossense.

Além disso, o café robusta tem um crescimento rápido, melhor rendimento e é mais resistente aos parasitas. Floresce várias vezes por ano e os grãos antes de torrados tem uma forma arredondada, irregular, são de cor amarelo esverdeada e contêm em média cerca de 2,5% de cafeína. A bebida que se obtém depois da torra do ‘Robusta’ é caracterizada por corpo e gosto achocolatado com sabor persistente.

 

Fonte: Divulgação/PMB