Saúde começa campanha de vacinação contra gripe no dia 23 de abril

Saúde20/04/2018, 12:34:00 Total de Visualizações: 98

Pessoas acima de 60 anos deverão tomar a vacina a partir do dia 12 de maio - Assessoria de Comunicação

A Secretaria Municipal de Saúde informa que começa na próxima segunda-feira (23), a Campanha Nacional de Vacinação Contra a gripe. A iniciativa, visa imunizar a população prioritária contra os vírus influenza tipo A (H1N1 e H3N2) e B.Para facilitar a distribuição de vacinas, a Saúde dividiu em três grupos prioritários.

A partir do dia 23 de abril está liberada para trabalhadores da saúde, crianças de seis meses a menor de 05 anos, gestantes, puérperas e professores. A partir do dia 12 de maio, para população acima de 60 anos de idade. E no dia 21 de maio será destinada para povos indígenas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independentes da idade (conforme indicação do Ministério da Saúde).

No dia 12 de maio, quando ocorre a mobilização nacional, todos os postos de Saúde estarão abertos para realizarem a vacinação.

VACINA

Segundo o Ministério da Saúde, a vacina contra gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações ou, até mesmo, óbitos. Ela protege contra os três subtipos do vírus da gripe :A/H1N1; A/H3N2 e influenza B.

Após a aplicação da vacina, podem ocorrer, de forma rara, dor, vermelhidão e endurecimento no local da injeção. São manifestações consideradas benignas, cujos efeitos costumam passar em 48 horas.  A vacina é contraindicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores ou para pessoas que tenham alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados. É importante procurar o médico para mais orientações.

Neste ano, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza terá a referência da Copa do Mundo e apresenta como padrinho, o ex-jogador de futebol Pelé, que vai convocar todos os públicos a se vacinarem.

 

 

Fonte: Divulgação/PMB