Brasilandenses podem se inscrever para trabalhar no IBGE

Desen. Econômico27/10/2017, 12:51:00 Total de Visualizações: 3528

Apresentação dos títulos será na Secretaria de Desenvolvimento Econômico - Assessoria de Comunicação

O Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE) 2017 realiza um novo processo seletivo para contratação temporária de recenseador para o Censo Agropecuário. O processo de seleção será por prova de título e deverá ser entregue na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico até o dia 06 de novembro.

De acordo com o coordenador de área Luiz Antonio, essa prova títulos será para suprir duas vagas do processo seletivo que o IBGE realizou neste ano e só foi preenchida apenas uma vaga. Sendo assim, o município terá o total de três recenseadores que farão a pesquisa na área rural.  “Por isso pedimos para quem tem interesse em fazer parte desta importante etapa para que participe da prova de títulos”, disse o coordenador.

Os interessados deverão apresentar o título na Secretaria Municipal de Desenvolvimento, localizada na Avenida Manoel Vicente (saída para Três Lagoas), em frente ao Ginásio Municipal de Esportes.

É necessário apresentar as cópias dos certificados (ensino fundamental, médio ou superior) e de um documento com foto. Não há taxa de cobrança para inscrição. Os candidatos serão avaliados por meio de prova de títulos, sendo observada a conclusão do ensino fundamental, ou conclusão do ensino médio, ou curso superior incompleto. 

Para a comprovação da conclusão do ensino fundamental será aceito o diploma ou o certificado/declaração (este último acompanhado de modo obrigatório o histórico escolar) de conclusão do curso. Os candidatos poderão comprovar ainda o ensino médio incompleto, com declaração acompanhada de historio escolar, e o ensino médio completo.

Para aqueles que já possuem graduação incompleta, deve ser por meio de declaração, na qual permite identificar em qual período e o curso que o candidato se encontra. Já os concluintes de ensino superior, podem apresentar o diploma ou certificado/declaração, sendo este último acompanhado obrigatoriamente do histórico escolar.

O resultado será divulgado no dia 9 de novembro e os dois recenseadores aprovados serão convocados para treinamento, com duração de quatro dias, por oito horas diárias. 

Os ganhos variam de acordo com a produtividade, podendo chegar até R$ 3 mil mensais. O contrato terá duração de até cinco meses e a carga será de pelo menos 25 horas semanais.

 

 

Fonte: Divulgação/PMB