Educadores físicos de Brasilândia participam de Fórum regional

Educação01/09/2017, 12:54:00 Total de Visualizações: 213

Fórum foi realizado na faculdade Aems, em Três Lagoas - Assessoria de Comunicação

A secretária adjunta de educação, Maria Cristina Damião, representou o prefeito de Brasilândia, Dr. Antonio, na manhã desta quarta-feira (30), no Auditório da Faculdade Aems, em Três Lagoas, onde foi realizado o Fórum Rede de Parceiros Multiplicadores do Esporte Educacional.

O evento marcou o encerramento do projeto que duraram dois anos em Brasilândia e em outros municípios da região Costa Leste, como Selvíria, Aparecida do Taboado, Inocência, Três Lagoas, Água Clara e Santa Rita do Pardo.

O projeto “Rede de Parceiros Multiplicadores de Esporte Educacional”, é promovido pelo Instituto Esporte & Educação (IEE) e conta com a parceria da Petrobras e das prefeituras da região Costa Leste.

Ao longo da abertura, foram exibidos os vídeos das ações realizadas pelos educadores físicos de cada Cidade. Em Brasilândia, a educadora física e gestora do Ceinf Gisely Hippler, Liziane Batista, disse sobre a importância do projeto.

“Foi muito bom, pois mudou a forma de pensamento dos professores. As crianças se desenvolvem mais, antes ficávamos pensando em formar atletas, mas esse não é o intuito da capacitação, mas sim de trabalhar a socialização, abrir a mente e trabalhar com materiais adaptados para formar uma aula agradável para todos”, disse.

Aproximadamente dez educadores físicos participaram do fórum que no período da manhã foi marcado pela mesa redonda, com os palestrantes Adriano Rossetto Júnior (IEE), com a apresentação “O Sedentarismo no Século XXI”, Carlos Filho (AEMS) e Denis Silva (AEMS),  com a palestra “Educação Física e Saúde”.

Já no período da tarde, foram as seguintes oficinas: Dança na Escola; Educação Física Escolar em Foco; Jogos e brincadeiras; Brincadeiras antigas; Dança e suas diversidades.

O Projeto propõe formar Núcleos Estratégicos, através do empoderamento de parceiros locais e municípios, formando gestores e professores para que estes sejam os responsáveis diretos pelas atividades de atendimento às crianças e adolescentes. As parcerias com organizações locais possibilitarão a capilaridade e aplicação do programa em diferentes municípios ao mesmo tempo. Gradativamente, num período de três anos, em média, a expectativa é que os parceiros locais implantem um amplo atendimento, com qualidade e de maneira autônoma.

Para o prefeito, a iniciativa trouxe melhor aproveitamento na sala de aula para os educadores físicos. “Agradecemos por nosso município ter sido incluído nesta capacitação, pois proporcionou aos nossos profissionais, atividades que podem futuramente trabalhar dentro do seu ambiente escolar. Parabéns a todos que participaram do curso”, disse.

Fonte: Divulgação/PMB