Prefeitura garante continuidade do programa hortifruti para 2018

Desen. Econômico24/08/2017, 08:54:00 Total de Visualizações: 104

O encontro foi no gabinete do Prefeito - Assessoria de Comunicação

O prefeito de Brasilândia, Dr. Antonio, recebeu na manhã desta terça-feira (22), em seu gabinete, o presidente da Associação de Produtores Rurais do Reassentamento Pedra Bonita, Alcides Frasneli Júnior, e garantiu a continuidade do programa de entrega de Kit Hortifruti às famílias em situação de insegurança alimentar e vulnerabilidade social para 2018.

No final do mês passado, o presidente, junto com os produtores daquela comunidade e a Agraer, apresentaram a solicitação ao prefeito da ação que faz parte do PAA (Programa de Aquisição de Alimentos), criado em 2003, pelo Governo Federal, com o objetivo de colaborar com o enfrentamento à fome de pobreza social, ao mesmo tempo, fortalecer a agricultura familiar.

Mesmo com os cortes previstos para o próximo ano, Brasilândia manteve o programa e vai dar continuidade. “O programa vem apresentando bons resultados no município, pois tem ajudado tanto os produtores como as famílias beneficiárias”, disse.

O programa teve início no mês de março deste ano e previsão para encerramento em novembro. Atualmente, a iniciativa tem o apoio da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), do Governo do Estado e Federal e da Prefeitura Brasilândia, por meio das secretarias municipais de Desenvolvimento Econômico e Assistência Social.

Aproximadamente 40 famílias são beneficiárias do programa. As frutas, legumes e verduras são produzidos no próprio município, pelo Programa Agricultura Familiar por meio da Associação de Produtores Rurais do Reassentamento Pedra Bonita.

Os principais critérios para inclusão no programa são de famílias que estejam em situação de vulnerabilidade socioeconômica, tendo como as seguintes prioridades: pessoa idosa com problemas de saúde, famílias numerosas (com muitos filhos), gestantes e mulheres que amamentam.

OUTRAS SOLICITAÇÕES

Na oportunidade, Alcides apresentou ao prefeito um ofício solicitando um caminhão baú no valor de aproximadamente R$ 200 mil para o escoamento dos alimentos produzidos pelos moradores do Reassentamento Pedra Bonita e fornecimento em refeitórios das industrias instaladas na região de Três Lagoas.

“Com um veículo adequado, poderemos aumentar a produção e assim poderemos fortalecer o desenvolvimento da nossa comunidade, gerando renda e perspectiva de vida para continuarem plantando aqui no Reassentamento”, disse o presidente.

Já o prefeito verificará a possibilidade de obter o veículo via emenda parlamentar com recurso Federal ou do Estado. “Pretendemos levar o projeto aos nossos deputados estaduais e federais e senadores para conhecerem o trabalho significativo que esta comunidade faz em nosso município e mostrar a importância desse veículo para atender os pequenos produtores de Brasilândia”, destacou.

 

 

Fonte: Divulgação/PMB