Brasilândia vai ganhar acervo com fotografias e documentos que contam a história da cidade

Educação25/07/2017, 13:42:00 Total de Visualizações: 317

Cidade de Brasilândia (MS) - Assessoria de Comunicação

Professores da Escola Municipal Antônio Henrique Filho estão fazendo um resgate histórico que visa criar um Centro Cultural e Memorial na cidade com fotos e objetos que marcaram a história de Brasilândia.

A ação faz parte da mobilização social do Programa Parceria Votorantim pela Educação (PVE), iniciativa do Instituto Votorantim, realizado em Brasilândia por meio da Fibria, que pretende, futuramente, criar um Centro Cultural e Memorial.

O acervo conta com o apoio da prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação. O objetivo é que a comunidade compreenda e valorize a dimensão educativa dos espaços da escola e de outros acervos da comunidade, como biblioteca, praça, associações, engajando-se na sua transformação.

Na próxima quinta-feira (27), na sede da Secretaria de Educação, será a reunião entre os integrantes do grupo de mobilização em que deverão escolher quais peças formarão o Centro Cultural e Memorial de Brasilândia.

O grupo de mobilização já realizou a escolha do espaço a ser transformado, na qual foi escolhida uma ala da Escola Municipal Antônio Henrique Filho. Agora, será a própria transformação do espaço e um dos requisitos será o recolhimento de objetos e fotos que fizeram parte da história da cidade.

Ainda está previsto para este ano, um evento para exposição, divulgação e reconhecimento dos Projetos Criativos da Escola. Trazer a ideia de que o cuidado com esses espaços é uma missão de todos.

Fazem parte desse projeto de resgate, o trabalho de levantamento de artesãos, objetos que marcaram a história do município, divulgação das atividades, estruturação do projeto e levantamento do espaço a ser transformado.

A prefeitura de Brasilândia tem dado total apoio à iniciativa. “Pedimos a colaboração de todas as pessoas que possuem algum pertence que faça parte da nossa história. Esta ação é muito importante para nós, pois é uma maneira de revisitar a história que formou a nossa cidade”, finalizou o prefeito Dr. Antonio.

 

Fonte: Divulgação/PMB