Saúde de Brasilândia alerta índice alto de proliferação do mosquito Aedes Aegypti

Saúde09/01/2020, 12:29:00 Total de Visualizações: 141

Agente de Combate de Endemias orienta moradora sobre os cuidados de evitar a proliferação do mosquito - Assessoria de Comunicação

Com a chegada do verão, as chuvas aumentam e o tempo quente é propício para o acúmulo da água parada e assim, a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Dengue, Chikungunha e Zika. Por isso, a Secretaria Municipal de Saúde por meio do Departamento de Controle de Endemias retomou os trabalhos de visitas nas residências para alertar os moradores sobre a importância de cuidar dos quintais.

Até início deste ano, a Saúde já registrou 22 casos notificados da doença, sendo no bairro Jardim Camargo 3 casos, no Jardim mão Amiga também 3 casos, no bairro Thomaz de Almeida um caso, no bairro Jardim Brasília quatro casos e no centro da Cidade já foram 10 casos notificados.

Além disso, o Departamento de Controle de Endemias divulgou o Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes Aegypti (LIRAa), recolhido recentemente. O número apontou o índice de infestação predial de 5.6 %, que sendo que o preconizado pelo Ministério da Saúde é de até 1%. Com isso, Brasilândia atualmente está no grau de alto risco. Todo cuidado é pouco.

CUIDADOS

Verifique seu quintal e recipientes que possam acumular água parada. Para evitar o foco do mosquito, também pode dissolver 8ml de água sanitária em locais que possam acumular água parada, como por exemplo, nos ralos do banheiro, privadas que são utilizadas com pouca freqüência ou na água armazenada da chuva para reaproveitamento.

Outra dica é sempre utilizar repelente na pele para evitar a picada do mosquito.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação