Brasilândia começa a operar o Terminal de Transbordo de Resíduos Sólidos

Serviços Urbanos03/12/2019, 10:41:00 Total de Visualizações: 329

Transbordo está localizado na saída para cidade de Santa Rita do Pardo (MS-040) - Assessoria de Comunicação

Começou a operar nesta semana o Terminal Municipal de Transbordo de Resíduos Sólidos. A iniciativa corresponde amparar o município na Lei Federal 12.305/2010, referente ao Plano Nacional de Resíduos Sólidos e assim, encerrar o descarte dos resíduos sólidos no lixão do Município.

A estação de transbordo terá a baldeação de todos os resíduos coletados na cidade, colocados em container, com intuito de evitar a contaminação do lençol freático. O transbordo está localizado na saída para cidade de Santa Rita do Pardo (MS-040).

Uma empresa terceirizada será responsável pelo transbordo do container na qual será destinado para o aterro sanitário particular localizado entre os Municípios de Água Clara e Três Lagoas. Foi levado em consideração para a escolha do transporte e destinação final dos resíduos, devido a logística e também o valor ofertado para  prestação de serviços. A Prefeitura de Brasilândia fará o custeamento de toda a operação.

A Estação de Transbordos foi construída no ano passado, com investimentos de R$ 296.841,58, executada somente com recursos próprios. A empresa Andrade Construções Eirelli – ME foi responsável pela construção.

RECICLAGEM

Com o funcionamento do Terminal de Transbordo, constata-se que ainda há muito material reciclável que a população não destina para a coleta seletiva. Por isso, a Prefeitura de Brasilândia reforça para que todos colaborem com a separação dos materiais recicláveis.

O material é recolhido pela ASSOBRAA uma vez por semana e deve ser colocado em um saco ou sacola. Não há necessidade de separar, desde que os materiais estejam limpos e sejam alguns dos descritos abaixo:

PAPEL: revistas, jornais, cadernos, listas telefônicas, caixas de papel e papelão e embalagens.

VIDRO: garrafas em geral, frascos, embalagens de perfume, produtos de higiene e limpeza, copos e cacos (embrulhados em jornal)

PLÁSTICO: garrafas de água e refrigerante (PET), sacos, tubos, brinquedos, baldes, embalagens plásticas de produto de limpeza e higiene.

METAL: latas de bebida ou de alimentos em conserva, bacias, baldes de alumínio, panelas, objetos de ferro, bronze, alumínio, aço, cobre e latão.

 

 

 

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação